ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Eliana Dutra (*)

Que a comunicação é a principal ferramenta do líder e tem o poder de transformar uma organização, não há dúvida.

Logo, qual é a dificuldade para que haja uma liderança de transformação? É como diz o ditado: “não basta saber, é preciso fazer”. Para conseguir liderar uma transformação é preciso que o líder seja inspirador. “Ah isto é fácil - você pode pensar - basta arrumar um discurso bonito e todo mundo embarca!”.

Ledo engano! Você pode até estudar discursos poderosos para criar uma fala encantadora, mas há várias outras questões que devem ser levadas em consideração. Segundo estudo da Bain&Company com duas mil pessoas, menos da metade dos trabalhadores concorda que seus líderes são inspiradores ou motivam os funcionários. Logo, além de ter um belo discurso, você pode seguir três dicas básicas de comunicação para não correr o risco de ter sua fala “esvaziada” e, portanto, improdutiva.

A primeira é ficar consciente do poder da comunicação. Não é porque você tem muita coisa para fazer e está com pressa, que sua fala ou escrita podem estar incompletas. Assim que você compreende e aceita a importância de ser claro na comunicação ela se torna eficaz na interação com os colaboradores.

Já a segunda é prestar atenção a qual tempo as pessoas se referem: passado, presente ou futuro? Um sinal que há resistência é as pessoas começarem a falar conjugando os verbos no passado. Por exemplo, quando há uma mudança a ser feita e o comentário da equipe é: “Nós já tentamos isso e não deu certo...”.

Nesse momento é que se pode colocar em prática a terceira e última dica: leve a conversa do PASSADO para o FUTURO e depois traga para o PRESENTE. Por exemplo, quando o colaborador fala: “Já tentamos isso e não deu certo”. Você (o líder) se posiciona dizendo: “Ah, no passado as coisas eram diferentes. As coisas estão mudando muito rápido. Como imaginam que isto estará no futuro? Como queremos que esse sistema funcione daqui a X tempo?”.

E, nesse momento, o diálogo se inicia, já que o colaborador não se sentirá oprimido pela mudança, mais sim parceiro do líder para que ela de fato aconteça. Permita tempo para a equipe imagine o futuro ideal, quando sentir que estão entusiasmados, traga a conversa para o presente: “O que temos de fazer agora para que isso aconteça amanhã?”

Resumindo, faça seu discurso bonito, ouça atentamente as respostas e verifique em que tempo elas falam. Só não esqueça de um “detalhe”: se o seu discurso não for coerente com a sua prática; se você não acreditar no que diz, não há dica de comunicação no mundo que faça de você um líder inspirador.

(*) - É CEO da ProFitCoach, Master Coach Certified pela ICF e Sócia-fundadora do Grupo Nikaia.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171