Temer vai decidir sobre Rota 2030

O destino do Rota 2030, a nova política industrial para o setor automobilístico, será decidido pelo presidente Temer, disse ontem (21), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

“Isso é uma decisão de ordem política”, afirmou. “Uma questão da indústria versus a questão fiscal.”
O Rota 2030 foi elaborado para substituir o Inovar Auto, que acaba no próximo dia 31. No entanto, as áreas técnicas dos ministérios da Fazenda e do MDIC não chegaram a um entendimento. Diante do impasse, o desenho final do programa passou para a Casa Civil, que tem um papel de coordenação das demais pastas do governo. Agora, a questão “subiu” para decisão do presidente.
No centro da disputa, está a renúncia fiscal de R$ 1,5 bilhão que o MDIC quer conceder para estimular gastos em pesquisa e desenvolvimento nas montadoras. A Fazenda é contra. O presidente da Anfavea, Antonio Megale, disse que será um problema para o setor chegar ao final deste ano sem a definição de uma política (AE).

Mais Lidas