Contato: (11) 3043-4171

Espanha autoriza extradição de acusado de matar menino Joaquim

A Justiça da Espanha autorizou na terça-feira (2), que Guilherme Raymo Longo, de 32 anos - acusado de matar o menino Joaquim Ponte Marques, de 3 anos, em novembro de 2013, seja mandado de volta ao Brasil.

Ele foi preso no país em abril do ano passado. Isso deve ocorrer até o próximo dia 20, mas a data exata não é revelada por motivos de segurança.
Assim que chegar, Longo deve ser mandado para o presídio de Tremembé, local em que já esteve até obter habeas corpus e fugir para a Espanha com documentos falsos. Ele responde por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, pois, segundo a denúncia do MP, teria matado o enteado com uma dose excessiva de insulina e jogado seu corpo no rio.
Guilherme Longo era procurado desde setembro de 2016 e sua fuga rendeu até recompensa de R$ 50 mil oferecida pelo governo de São Paulo e um cartaz de procurado divulgado pela Polícia Civil. Antes de desaparecer ele teria deixado uma carta confessando o crime. O pedido de extradição de Longo foi encaminhado à Espanha pelo Ministério das Relações Exteriores. A logística do trabalho para trazê-lo de volta está sendo definido em conjunto pela Polícia Federal e Interpol (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171