Setor de serviços cresceu 0,1% em fevereiro, revela pesquisa do IBGE

Setor temproario

O setor de serviços encerrou fevereiro com ligeiro crescimento de 0,1% em relação a janeiro no índice livre de efeitos sazonais, depois de ter fechado janeiro com queda de 1,9% frente a dezembro

Com o resultado, o indicador registra nos dois primeiros meses do ano queda de 1,8%. Já a receita nominal do setor caiu em fevereiro 0,2% em relação a janeiro. Os dados fazem parte da pesquisa mensal divulgada pelo IBGE.
Eles indicam que, na série sem ajuste sazonal, quando a comparação se dá com fevereiro de 2017, o setor de serviços teve queda de 2,2%. Também o resultado acumulado nos últimos doze meses fechou fevereiro negativo em 2,4%. Apesar da ligeira alta de janeiro para fevereiro, entre as atividades pesquisadas, houve expansão (1,7%) apenas no item serviços profissionais, administrativos e complementares.
Já as quatro outras atividades pesquisadas mostraram recuo em relação a janeiro. Os serviços prestados às famílias teve a maior retração (-0,8%), serviços de informação e comunicação (-0,6%), transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-0,3%) e outros serviços (-0,7%). O índice de atividades turísticas caiu 3,4% em relação a janeiro e 5,2% na comparação com fevereiro de 2017.
Quando a análise do comportamento do setor de serviços se dá a nível regional, o indicador mostra avanços em 15 dos 27 estados, de janeiro para fevereiro, série com ajuste sazonal. Responsável por 43% de todo o volume de serviços gerado no Brasil, São Paulo fechou o mês com variação nula (0,0%) em fevereiro, contribuindo para que o índice nacional também ficasse perto da estabilidade (ABr).

Illy quer manter expansão no Brasil

Illy temproario

Após ter crescido quase 20% no Brasil em 2017, a empresa italiana Illycaffè espera manter o ritmo de expansão no país em 2018. A cúpula da companhia de Trieste, incluindo o presidente Andrea Illy, o CEO Massimiliano Pogliani e a diretora-geral para a América Latina Giuliana Solari, se reuniu com jornalistas em São Paulo, por ocasião do 27º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café, na quinta-feira (12).
No entanto, o encontro também serviu para falar sobre os planos da Illycaffè para o Brasil, um mercado relativamente novo em termos de vendas para a empresa, mas que tem experimentado crescimento anual na faixa dos dois dígitos. “Acredito que isso vá continuar, a não ser que tenha alguma crise ou instabilidade, não vejo isso parando”, afirmou Pogliani, o primeiro de fora da família Illy a comandar a empresa.
Ele não falou em números, mas disse que o plano é manter taxas de crescimento “aproximadas”. Em 2017, a Illycaffè teve expansão de 18% no Brasil em termos de volume e de 14% em faturamento. Um dos motores dessa alta foi a loja virtual lançada em março do ano passado. “Ajudou muito a expandir a distribuição pelo Brasil inteiro”, acrescentou Solari.
Além disso, a marca italiana chegou às cafeterias da rede Pão de Açúcar e fortaleceu sua presença em São Paulo e Rio de Janeiro, os dois maiores mercados consumidores do país. “O mercado brasileiro está se expandindo, temos tido um crescimento de 15% a 20%. Estamos tentando estabelecer uma relação direta com nosso consumidor”, reforçou o CEO (ANSA).

 
Abono Salarial já liberou R$ 16,1 bilhões

Mais de 21,7 milhões de trabalhadores já receberam o Abono Salarial ano-base 2016, o que representa 88,90% do total. Os valores sacados até agora somam R$ 16,1 bilhões. Resta ainda um valor superior a R$ 2 bilhões disponíveis a serem pagos a 2,7 milhões de pessoas.
O Abono Salarial PIS/Pasep exercício 2017/2018 começou a ser pago em 27 de julho de 2017, mas, independentemente do prazo inicial para pagamento dos lotes, a data-limite para o saque vai até o dia 29 de junho. “Quem já teve o benefício liberado no ano passado, mas ainda não fez o saque, pode retirar o dinheiro até o fechamento do prazo”, destaca o chefe da Divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan Britto.
Os recursos que não forem retirados até o prazo final voltarão para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e serão destinados ao pagamento do Seguro-Desemprego e do Abono Salarial do próximo ano. Trabalhadores da iniciativa privada recebem na Caixa, e servidores públicos, no Banco do Brasil (AI/MTE)

 

Percentual de cheques devolvidos em março foi menor

O número de cheques devolvidos (segunda devolução por falta de fundos) como proporção do total de cheques movimentados foi de 2,18% em março de 2018, registrando redução em relação ao ano anterior (-0,12 p.p.).
Na comparação mensal, o percentual de cheques devolvidos sobre movimentados teve aumento em relação a fevereiro, reflexo do aumento maior em cheques devolvidos (32,5%) do que no número de movimentados (8,0%).
O Indicador de Cheques Devolvidos da Boa Vista SCPC é a proporção de cheques devolvidos (2ª devolução por insuficiência de fundos) sobre o total de cheques movimentados, que é o total de cheques compensados somados aos devolvidos (SCPC).