Turismo internacional registra mais de 1,1 bilhão de viajantes
Turistas chineses tiram foto em frente à Torre Eiffel, em Paris.


A Organização Mundial do Turismo (OMT), vinculada às Nações Unidas, revelou que este ano, o setor cresceu 7% em nível global

As visitas turísticas chegaram a 1,1 bilhão nos primeiros dez meses de 2017, de acordo com a agência. O número equivale a 70 milhões de novos visitantes em relação ao mesmo período do ano anterior.
Entre os fatores que contribuíram para esse desempenho estão o crescimento sustentado ocorrido em muitos destinos e uma recuperação firme naqueles que sofreram declínio no ano passado. O estudo destaca ainda o Brasil pela sua “forte recuperação” em despesas com o turismo internacional, que atingiu 33%.
A China lidera os mercados de origem de visitantes e registou um aumento de 19% no período analisado, seguida pela Coreia do Sul com 11% e pelos Estados Unidos e Canadá com 9%.
A OMT destaca a “robustez extraordinária” ocorrida especialmente nos destinos da Europa e da África, que cresceram 8% cada um. Essas duas regiões foram marcadas pelo mais rápido crescimento no turismo internacional. Nas Américas, a América do Sul lidera o crescimento nas visitas de turistas, com 7%. Na América Central e no Caribe o aumento foi de 4% o que mostra “sinais claros de recuperação” em outubro após a passagem dos furacões Irma e Maria.
O diretor geral da OMT, Taleb Rifai, destacou que deve ser reconhecida a forte resiliência do turismo, que é refletida no crescimento contínuo em muitos destinos do Oriente Médio e na recuperação rápida em outros destinos. Ele destacou ainda os benefícios do setor para as comunidades locais e para os visitantes na promoção da paz, do entendimento mútuo, do respeito pelo patrimônio cultural e valores (ONU News).

OMS recomenda não catalogar canabidiol como droga

Quando o canabidiol tem uso terapêutico, não existe risco de gerar dependência, como ocorre com outros canabinoides.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu recomendação pública para não catalogar o canabidiol (CBD), um princípio ativo da maconha, como droga, informou a empresa HempMeds México. “A evidência recente de estudos em animais e humanos mostra que o uso do canabidiol poderia ter algum valor terapêutico para as convulsões derivadas da epilepsia e de outras condições relacionadas”, afirmou a OMS;
De acordo com a organização, quando o canabidiol tem uso terapêutico, não existe risco de gerar dependência, como ocorre com outros canabinoides. Raúl Elizalde, presidente de HempMeds México, empresa que vende e distribui produtos derivados de maconha nos Estados Unidos, defendeu na OMS o uso medicinal da planta durante a 39ª reunião do Comitê de Especialistas em Farmacodependência, em novembro.
Elizalde falou do caso de sua filha Grace, que sofre com a síndrome de Lennox-Gastaut e tinha 400 ataques epilépticos por dia, por isso buscou permissão no México para a importação do canabidiol como tratamento. Com isso, se tornou a primeira beneficiária. Grace hoje toma canabidiol puro, importado dos Estados Unidos, e suas convulsões diminuíram em 90%, segundo Elizalde.
De acordo com a OMS, a maconha é a droga ilícita mais usada em nível mundial. Em 2013, um levantamento estimou que 181,8 milhões de pessoas entre 15 e 64 anos usaram a planta sem propósitos médicos (ABr/EFE).

Argentina no ‘top 10’ das exportações de carne

De acordo com relatório divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a Argentina retornou ao ranking dos 10 países que mais exportam carne bovina no mundo. No informativo de outubro, o USDA previu que a Argentina e o México encerrariam 2017 com 280 mil toneladas de carne exportadas, cada um, ficando no limiar da lista.
Porém, os dados de novembro e dezembro demonstraram que a Argentina finalizaria com um nível superior a 300 mil toneladas, deixando para trás o México, que fecharia com 280 mil toneladas. Os dados ainda demonstram que 46% da carne argentina é destinada a China, 14% para o Chile e 11% a Alemanha.
Além disso, o gado do país cresceu 8,6%, alcançando 11,57 milhões de cabeças. A Argentina, que havia entrado no ranking pela última vez em 2010, era a terceira exportadora mundial em 2005, com 770 mil toneladas anuais. No entanto, uma série de políticas do governo acabaram freando as exportações, fazendo com que os argentinos se voltassem mais ao mercado interno (ANSA).

Agilizar patentes e reforçar o INPI

A Comissão Mista de Desburocratização aprovou seu relatório final em documento elaborado pelo senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que defende a redução do tempo para concessão de patentes e a contração imediata de 150 examinadores para o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Segundo o parlamentar, o estoque atual de pedidos aguardando exame é de 230 mil processos.
Anualmente, ingressam na autarquia cerca de 30 mil novos pedidos, mas a capacidade de resolução das demandas pelo Instituto é de 20 mil processos. A média de tramitação dos processos no INPI é de 12,5 anos. A situação é ainda é pior na área farmacêutica: 14 anos. Nos países mais industrializados, a média é de 4 anos. No Japão, são 11 meses.
"São 350 examinadores, e cada uma é capaz de solucionar cerca de 55 processos por ano. Desse modo, é necessária a contratação de pelo menos mais 150 para que a força de trabalho consiga atender aos pedidos anualmente", avaliou Anastasia (Ag.Senado).

Harry e Meghan Markle vão se casar no dia 19 de maio

Príncipe Harry e Meghan Markle vão se casar na capela St. George’s, no Castelo de Windsor.

O príncipe Harry e a atriz norte-americana Meghan Markle vão se casar no dia 19 de maio, na capela St. George’s, no Castelo de Windsor, confirmou a família real. Todos os custos da cerimônia serão pagos pela família, incluindo os serviços de música, comida e flores.
O anúncio do noivado foi realizado no dia 27 de novembro após cerca de um ano e meio de namoro. Harry e a atriz norte-americana haviam já confirmado que iriam passar o Natal com a família real, no evento da rainha Elizabeth II.
Ainda segundo a família real, os dois morarão no Palácio de Kensington, juntamente com o irmão de Harry, William, e sua família - Kate Middleton e os pequenos George, Charlotte e o terceiro filho do casal, que nascerá pouco antes do casamento de Harry (ANSA).

Del Nero é banido do futebol pela Fifa por 90 dias

Presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.

O Comitê de Ética da Fifa baniu do futebol por 90 dias o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, informou a entidade na sexta-feira (15). De acordo com a Fifa, o cartola desrespeitou os artigos 83 e 84 do Código de Ética da entidade que rege o futebol mundial.
“Durante este período, Marco Polo Del Nero está banido de todas as atividades relacionadas ao futebol tanto em nível nacional quanto internacional. A punição passa a valer imediatamente”, escreveu a Fifa.
A entidade confirmou que as investigações contra o presidente da CBF vão continuar, e que a punição contra Del Nero pode aumentar para mais 45 dias.
Del Nero vem sendo investigado pela Justiça norte-americana por fazer parte de um esquema de fraudes em contratos de transmissões de competições da América (ANSA).

Cadastro para não receber ligação de telemarketing

Ligações insistentes de telemarketing, em que atendentes tentam vender um produto ou serviço, estão entre os fatos que mais irritam os consumidores. Empresas podem ficar proibidas de ligar para o consumidor caso se torne lei o projeto aprovado em decisão final na Comissão de Defesa do Consumidor do Senado.
Órgãos públicos de defesa do consumidor deverão disponibilizar um sistema pelo qual o consumidor que não deseja mais receber chamadas de telemarketing pode se inscrever no cadastro. Para isso, basta que ele procure o serviço e liste os números de telefone, fixo ou celular, de sua titularidade. Em alguns estados como São Paulo, Minas Gerais e Paraná, onde há lei estadual prevendo esse direito ao consumidor, já existem serviços semelhantes.
A proposta foi apresentada pelo senador Lasier Martins (PSD-RS), mas a redação aprovada é do relator, Cidinho Santos (PR-MT). Caso não haja recurso para votação em Plenário, o texto seguirá para a Câmara dos Deputados (Ag.Senado).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP