Estados Unidos enviarão 1.600 militares para fronteira com México

Muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México terá pelo menos 1.600 soldados da Guarda Nacional.

Os Estados Unidos enviarão 1.600 soldados da Guarda Nacional para sua fronteira com o México em cumprimento da ordem do presidente Donald Trump de combater a imigração irregular na região

A Guarda Nacional é um corpo de reserva das forças armadas dos Estados Unidos sob controle dos estados, razão pela qual sua utilização depende dos governadores.
O governador do Texas, o republicano Greg Abbott, que já enviou 250 guardas nacionais à fronteira no último fim de semana, anunciou que aumentará o contingente até mil soldados nas próximas semanas. Por sua parte, o governador do Arizona, o também republicano Doug Ducey, enviou hoje 225 militares da Guarda Nacional para sua parte de fronteira, aos quais se somarão outros 113 até alcançar 338.
A governadora do Novo México, Susana Martínez, também republicana, se comprometeu a enviar 80 guardas nacionais esta semana como primeira parte de um contingente que alcançará 250 militares. Falta saber o nível de colaboração do quarto estado que faz fronteira com o México: a Califórnia, cujos dirigentes democratas foram contra a maioria das medidas migratórias de Trump. No total, Texas, Novo México e Arizona apresentarão inicialmente 1.600 soldados à missão ordenada por Trump de apoio militar à Patrulha Fronteiriça para combater o aumento da imigração irregular.
Estados Unidos e México compartilham 3.111 km de fronteira distribuídos de leste a oeste entre Texas (1.997), Novo México (289), Arizona (599) e Califórnia (226). O interesse de Trump pela militarização da fronteira despertou no início deste mês quando soube que uma caravana com centenas de imigrantes centro-americanos percorria o México para chegar aos Estados Unidos. A lei americana proíbe a utilização de militares para tarefas de segurança e ordem pública em nível nacional, razão pela qual a Guarda Nacional terá um papel limitado na fronteira e não poderá dedicar-se a deter imigrantes que cheguem à região limítrofe.
O papel da Guarda Nacional será apoiar os agentes fronteiriços em tarefas de “detecção aérea, transporte, reparação do muro fronteiriço e apoio logístico”, segundo declarou à Agência EFE o Escritório de Alfândegas e Proteção Fronteiriça (CBP). Trump não é o primeiro presidente americano que envia militares à fronteira com o México: em 2006, George W. Bush ordenou o envio para lá de seis mil membros da Guarda Nacional, enquanto Barack Obama destinou 1.200 soldados desse mesmo corpo de reserva em 2010 (ABr/EFE).

Bancos vão parcelar pagamento de dívida do cheque especial

Consumidor que usar cheque especial poderá pagar dívida com juros mais baixos.

Os bancos vão oferecer aos clientes do cheque especial opção de parcelamento da dívida, com juros mais baixos, a partir de julho. A decisão foi anunciada ontem (10), pela Febraban. Cada banco vai definir a taxa de juros a ser praticada. O cheque especial é uma das modalidades de crédito com taxas de juros mais altas. Em fevereiro, chegou a 324,12% ao ano, enquanto a taxa média do crédito livre para as famílias ficou em 57,72% ao ano.
“Pelas novas regras, as instituições financeiras terão sempre disponíveis ao consumidor uma alternativa mais barata para parcelamento do saldo devedor do cheque especial”, disse a Febraban, em nota. De acordo com a entidade, os consumidores que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos vão receber a oferta de parcelamento. “A oferta será feita nos canais de relacionamento e o cliente decide se adere ou não à proposta. Caso não aceite, nova oferta deverá ser feita a cada 30 dias”, explicou a Febraban.
Os bancos, pelos seus canais de relacionamento, também alertarão o consumidor quando ele entrar no cheque especial, destacando que esse crédito deve ser utilizado em situações emergenciais e temporárias. “Caso o consumidor opte pelo parcelamento do saldo devedor, os bancos poderão manter os limites de crédito contratados, levando em consideração as condições de crédito do consumidor ou estabelecer novas condições para a utilização e pagamento do valor correspondente ao limite ainda não utilizado e que não tenha sido objeto do parcelamento”, disse a Febraban.
A Febraban informou ainda que o valor do limite de crédito do cheque especial disponível para utilização deverá ser informado nos extratos de forma clara e apartada de modo a não ser confundido com valores mantidos em depósito pelo consumidor na conta corrente. Os dirigentes do Banco Central (BC) vinham indicando que a Febraban faria mudanças no cheque especial, por meio da autorregulação, ainda este mês (ABr).

Temer: governo ‘devolveu’ poder de compra aos brasileiros

Após a divulgação, ontem (10), do índice de inflação de 0,09% em março, o presidente Michel Temer disse, pelo Twitter, que a política econômica de seu governo devolveu ao brasileiro o poder de compra. Ele destacou que o índice foi o menor para um mês de março desde a implantação do Plano Real, em 1994.
“A inflação de março foi de 0,09%, a menor desde o Plano Real. A política econômica do meu governo, que não vai mudar, devolveu o poder de compra ao brasileiro. E está devolvendo o emprego também. Quanto menor a inflação mais as empresas podem investir e gerar empregos”, escreveu Temer na rede social.
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O valor de março deste ano (0,09%) é menor que os observados em fevereiro (0,32%) e em março de 2017 (0,25%). Os principais responsáveis pelo recuo da taxa de fevereiro para março foram os transportes, com deflação (queda de preços) de 0,25%, e a comunicação (deflação de 0,33%) (ABr).

‘Guernica’ pode esconder autobiografia de Picasso

Guernica, uma das obras mais famosas de Pablo Picasso (1881-1973), pintada a óleo em 1937, é um ‘manifesto contra a violência’.

O famoso painel “Guernica”, do pintor Pablo Picasso, pode ser uma espécie de “autobiografia” do artista espanhol, segundou apontou uma pesquisa divulgada ontem (10). Originalmente, a obra retrata o bombardeamento nazista da cidade espanhola de Guernica, na província de Biscaia, em 1937. No entanto, um estudo liderado pelo professor José Maria Juarrans de la Fuente revela que Picasso pode ter feito seu autorretrato na pintura.
Segundo dados escritos por Fuente em seu livro “Guernica, obra-prima desconhecida”, Picasso retratou “uma síntese de sua vida, e nela aparece sua esposa, sua mãe, sua amante, seu filho, amigos e os principais momentos de sua existência”. Ainda de acordo com Fuente, Picasso é retratado na obra como o touro, que está bem no centro da pintura.
“Guernica” está atualmente no Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, em Madri. A peça foi exposta pela primeira vez no pavilhão espanhol da Exposição Universal de Paris de 1937. Antes de morrer, o pintor, um dos maiores mestres do cubismo do mundo, vetou que sua pintura fosse levada à Espanha durante a ditadura. O quadro só chegou a Madri depois da morte do ditador Francisco Franco, em 1975 (ANSA).

Passagens aéreas: baratas na segunda e caras no domingo

O preço de passagens aéreas pode variar em cerca de 25% de acordo com o dia da semana escolhido para viajar. De acordo com o levantamento da agência virtual ViajaNet, a segunda-feira tem o bilhete mais barato em trechos nacionais, enquanto que o domingo possui o tíquete mais caro.
A média geral de preços para viagens domésticas indica que a passagem aérea para embarque na segunda-feira é cerca de 15% mais barata em relação ao resto da semana. Por outro lado, o domingo tem um custo 25% maior em relação à segunda. Em relação aos voos internacionais com saída do Brasil, o embarque de terça-feira tem o bilhete mais barato. O valor médio é cerca de 10% menor em relação aos preços do sábado, apontado como o mais caro da semana. Nos demais dias, quase não há variação na tarifa.
Para fazer o levantamento, o ViajaNet considerou a média de preços e o volume de passagens aéreas compradas para embarques nacionais e internacionais entre os dias 1º e 15 de março deste ano. De acordo com o estudo, a quinta-feira é o dia da semana mais buscado pelos brasileiros para embarques nacionais, com 16% do total de compras, enquanto que o domingo tem a menor procura, com 11% dos bilhetes.
Para embarques internacionais, o dia preferido dos brasileiros é, de longe, o sábado, com 21% das viagens. Já a menor procura para viagens ao exterior também ficou com o domingo, com apenas 9%. “Neste levantamento, fica evidente, portanto, que o consumidor deve fazer uma boa pesquisa de preço, e com certa antecedência, antes de comprar uma passagem aérea”, ressalta Gustavo Mariotto, head of marketing do ViajaNet.

Fonte e mais informações: (www.viajanet.com.br).

Vice-presidente dos EUA virá ao Brasil

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, virá ao Brasil no mês que vem. O anúncio foi feito ontem (10), em Washington, pelo diretor de Comunicação de Pence, Jarrod Agen, em um comunicado oficial sobre a viagem de Pence a Lima para participar da 8ª Cúpula das Américas no lugar do presidente Donald Trump.
Trump anunciou ontem que não iria participar da cúpula para se concentrar no tema da resposta dos Estados Unidos ao ataque químico na Síria. No comunicado de Pence, ele afirma que a visita ao Brasil será para reforçar o compromisso dos Estados Unidos com a região das Américas (ABr).

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mais Lidas