Homenagem

Após mergulhar no universo de Cartola, Emicida começa 2018 com um projeto em homenagem a Clementina de Jesus, no show “Obrigado, Clementina”, com direção musical da dupla Os Prettos

José de Holanda

Por que Clementina? O batuque, o tipo de samba, a personalidade vocal, o timbre único, a ideologia política, artística e os cantos religiosos da artista; tudo isso serviu de inspiração para a realização do espetáculo, idealizado por Emicida. “O partido-alto é o freestyle tupiniquim. O rap, através de sua cultura de samplers, sempre buscou fazer reverências a suas referências, homenagear quem veio antes e abriu caminho para que hoje estejamos aqui”, conta ele. “Obrigado, Clementina” é, mais que uma homenagem, uma maneira de trazer à tona a versatilidade da artista, desmistificando a ideia de que ela foi apenas uma “cantadora” de cunho religioso e cantigas de trabalho escravo. Entre os nomes que ela gravou estão personalidades do quilate de João Bosco, Aldir Blanc, Paulinho da Viola, Zé Keti, Elton Medeiros, Nelson Sargento, Anescarzinho do Salgueiro, Candeia, Martinho da Vila, Dona Ivone Lara, entre outros.

Serviço: Sesc Santana, Av. Luiz Dumont Villares, 579, Jd. São Paulo. Domingo (11), segunda (12) e terça (13) às 19h. Ingressos: De R$ 7,50 a R$ 25.

REFLEXÃO

Sincronicidade
Expandindo as suas Intenções.
À medida que você se abre para a ideia de infinitas possibilidades, irá perceber que tem cada vez mais coincidências significativas e encontros sincronísticos. Isto é uma indicação segura do despertar de sua consciência superior. Quanto mais você se torna consciente destes momentos, mais eles parecem ocorrer e a vida se torna mais mágica.
Acorde de manhã com a intenção de que notará mais destes eventos e fique surpreendido e grato por estes encontros e observe como você começa a se preocupar menos, sentir menos stress e ansiedade e experienciar mais alegria e leveza.
O Mantra para hoje é: “Estou emocionado com todos os encontros sincronizados e coincidências significativas que estão ocorrendo em minha vida.”
E assim é.
Você é muito amado e apoiado, sempre
Os Anjos e Guias - Sharon Taphorn.

Nino mágico

Cassio Scapin

Para comemorar seus 36 anos de carreira, Cassio traz de volta aos palcos uma de suas mais importantes criações, depois de 20 anos sem interpretá-lo na peça Admirável Nino Novo. O mais conhecido e querido personagem, do já legendário Castelo Rá Tim Bum, está de volta numa sensacional aventura inédita. Numa arrojada iniciativa e acompanhado apenas do invisível Espírito da Aventura (na voz de Ney Matogrosso), o aprendiz de feiticeiro deixa o Castelo para cair na estrada e assim descobrir o sentido e a sensação do que é uma verdadeira aventura. Como escolher para onde ir? Como se guiar? Que roupas levar? Com que meio de transporte? São tantas as perguntas para responder. E as possibilidades também. Sendo então nosso protagonista um jovem mágico, estas possibilidades se multiplicam em inúmeras outras.

Serviço: Teatro das Artes (Shopping Eldorado), Av. Rebouças, 3970, Pinheiros, tel. 3034-0075. Sábados e domingos às 16h. Ingresso: R$ 60. Até 25/03.

Musical

O espetáculo “Renato Russo, O Musical” cumpre temporada até 4 de março. Em cena, belíssimas canções e histórias curiosas sobre a vida e a obra de um dos grandes poetas do rock nacional, Renato Russo (1960-1996). O espetáculo reúne canções que marcaram toda uma geração. No papel principal está o ator Bruce Gomlevsky. Em cena, a banda toca ao vivo Para deixar o espetáculo ainda com mais cara de show. A Arte Profana é formada por teclado, guitarra, baixo, bateria e ilustra a peça com 22 canções. O texto conta a história de Renato Russo desde a juventude punk em Brasília, quando fundou a banda Aborto Elétrico e ficou por dois anos, em uma cadeira de rodas, até o sucesso da Legião Urbana. O quebra-quebra num show em Brasília e os problemas com drogas estão na encenação. Depoimentos, reportagens, entrevistas, livros e imagens de shows serviram de base para a concepção da obra biográfica, que há 11 anos estreou no centro do Rio.

Serviço: Theatro NET São Paulo (Shopping Vila Olímpia), R. Olimpíadas, 360. Sextas e sábados às 21h e aos domingos às 17h30. Ingressos: R$ 100 e R$ 50 (meia). Até 04/03.

“DR – Discutindo a relação”

Texto aborda os problemas enfrentados em toda relação afetiva, mostrando o dia a dia de um casal interpretado pelos atores Sharon Barros e Thíago Uriart.

Dirigida por Cris Nicollotti, a peça “DR – Discutindo a relação” estreia em curta temporada no dia 16 de fevereiro. Com texto de Thíago Uriart, dramaturgia nasceu de situações vividas e presenciadas pelo autor que também atua ao lado da atriz Sharon Barros. A trama se desenvolve levando para a cena problemas comuns entre um casal que estão juntos a cinco anos. Discutindo a Relação leva o casal (Théo e Luiza) a buscar terapia para tentar resolver seus problemas conjugais, mas o que era para ajudar acaba transformando a vida desses dois em uma verdadeira guerra dos sexos! Sem pudor, os dois avaliam sua vida sexual, dificuldade em lidar com os amigos do parceiro, falta de comunicação, afinidades, egoísmo, ciúmes, mágoas acumuladas ao longo do tempo e todos os ingredientes sempre presentes em qualquer relação.

Serviço: Teatro UMC (Campus Villa Lobos), Av. Imperatriz Leopoldina, nº 550, Vila Leopoldina, tel. 3476-6403. Sextas às 21h. Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia). Até 02/03.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP