“Aguenta a mão, João!”

O espetáculo “Aguenta a mão, João!”, com o Grupo A Jaca Est estreia no dia 16/02 e  foi baseado na vida e obra do grande poeta, músico, compositor e ator, Adoniran Barbosa, que desde a sua adolescência conviveu com os acontecimentos e transformação da cidade de São Paulo

O espetáculo “Aguenta a mão, João!”, é baseado na vida e obra do grande poeta, músico, compositor e ator, Adoniran Barbosa.

E do homem criador do mito Adoniran Barbosa, João Rubinato. Um artista que sempre lutou para adquirir um lugar ao sol, fazer sua música, atuar, ser compreendido pelo seu tempo. São casos, anedotas contadas pelo Personagem sobre sua vida, sua relação com os companheiros de “maloca”, A vida passada, presente, futura. O início da carreira como calouro de rádio, a sua primeira composição que venceu um concurso de marchas carnavalescas. As histórias da boemia e das canções, como compôs, quem gravou, o que sucedeu, numa linguagem simples, direta, humorada, como ele mesmo, numa estética e linguagem falando direto ao espectador interagindo com ele, tornando-o ativo e participativo. E como pano de fundo a cidade de São Paulo, com sua famosa garoa, suas ruas movimentadas e sua arquitetura bela e colossal. As músicas são executadas ao vivo pelos atores que ora são músicos, ora são personagens habitantesdo universo da vida de Adoniran Barbosa e ora são todos Joãos ou fragmentos do próprio Adoniran. São utilizados caixas de fósforos, assovios, palmas, percussão corporal, violão, cavaquinho, pandeiro, surdo, caixa, sax/trumpete para traduzir o universo deste grande compositor paulista. Com Geraldo Fernandes, Beto Kpta e Thiago Morrinho.

Serviço:Teatro de Arena Eugênio Kusnet, R. Teodoro Baima, 98, Centro, tel. 3259-6409. Quarta a sábado às 21h e aos domingos às 20h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia). Até 01/04.

REFLEXÃO

Tempo Perfeito
Você pode conseguir grandes coisas. Bem, na verdade, você já conseguiu grandes coisas, é só que, às vezes, você se esquece de ver a sua própria experiência de vida a partir desta perspectiva. Este é o momento perfeito para acreditar em si mesmo, no infinito poder do Universo e em suas próprias habilidades. Você tem o que é preciso, ou não estaria aqui, agora, fazendo exatamente o que está fazendo. Confie nisto, confie em si mesmo e encontre as soluções que você precisa através do poder dos seus pensamentos e do poder de sua imaginação. Não há nada que você experienciou que não possa ser visto na luz apropriada. Não há nada que você experiencie que não tenha uma solução. Você não criaria o cenário se não houvesse uma maneira de vê-lo com uma conclusão bem sucedida. O Pensamento para hoje é: É o momento de expandir a visão, a sua compreensão e o mais importante, a crença em si mesmo para ver a grande cena e encontrar o seu caminho. É aí que reside o seu verdadeiro poder. E assim é. Você é muito amado e apoiado, sempre.
Os Anjos e Guias

Infantil

Espetáculo “Brincadeira de Roda”.

Espetáculo interativo Brincadeira de Roda, com atores e bonecos tem como cenário um livro grande e colorido. Um contador de histórias (Brincante) abre um livro que ele andou procurando pelo país e dele, surge uma Fada, Bruxa e Músicos tocando e cantando o desafio. Apresentam-se e convidam a plateia para assistir as histórias do livro que o Brincante recolheu pelo Brasil afora e também para aprenderem algumas brincadeiras e jogos de várias regiões do país. As histórias são de Fadas, Bruxas, Rei, Príncipe disfarçado de mendigo e do universo infantil. O Brincante é sempre interrompido pela Bruxa que o proíbe de contar histórias com final feliz, onde ela sempre leva a pior. Com isto se estabelecem vários conflitos, de onde surge uma Fada que desfaz os feitiços da Bruxa Má. Desafiando a Bruxa Malvada a Fada permite que o Brincante conclua suas histórias, onde o Mau (Bruxa) e o Bem (Fada) duelam. As personagens Crianças (Bonecos) participam das brincadeiras e acabam sendo vítimas da Bruxa que transforma uma delas em gigante.

Serviço: Teatro de Arena Eugênio Kusnet, R. Teodoro Baima, 98, Centro, tel. 3259-6409. Sábados e domingos ás 16h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Até 01/04.

Liberdade

A história do drama “A Mulher Perfeita” é contada a partir do núcleo principal do espetáculo, o casal de ciganos, Seres e Fysi que abandonaram sua origem para viver no centro de São Paulo em busca de uma grande liberdade, mas com o passar do tempo e conhecendo os outros personagens, o casal descobre que tudo que possam ver, sentir e ouvir, não passa apenas de uma ilusão. O Coro são os únicos personagens que flutuam entre o mundo dos vivos e dos mortos, com quem interagem, criando um show de ilusão e informação. Além de ressaltar críticas sociais que estão presentes na vida e morte dos moradores de São Paulo. Seria uma história perfeita, se tudo isso não fosse apenas mais uma ilusão. Com Anelise Ferrão, Angelo José, Bel Baeza, Bianca Alves, David Souza, Edgar Luna, Fabrízzio SanVares, Jorge Luis Alves, Jorge Luiz Carvalho, Luís Manoel, Maicke Ferreira, Mij Acsanner, Monique Almeida e Paloma Gavinhos.

Serviço: Teatro do Ator, Praça Roosevelt, 172, Consolação, tel. 3257-3207. Sábados às 18h (exceto dia 10/02). Ingresso: R$ 40. Até 24/02.

Arte e exclusão

Cena da peça “Quem Tem Medo de Travesti?”.

O espetáculo “Quem Tem Medo de Travesti?”, do Coletivo As Travestidas é um teatro-musical e tem como base narrativa a construção histórica da travestilidade, onde travestis exerciam papel de protagonismo no teatro, cabendo-lhes ocupar lugar de destaque nas principais encenações do teatro de revista e, logo em seguida, chegando à decadência, exclusão e marginalização artístico-social. O espetáculo expõe histórias sobre a arte, exclusão, decadência e violência, presentes no cotidiano desta população. Entretanto, subvertendo estas tristes histórias, a obra vai além ao abordar narrativas de superação e transformação, tendo também o intuito de fortalecer e ampliar essa investigação, promovendo a valorização do ator-transformista e da criação do conceito, em teatro, da travesti enquanto alter ego do ator. Com Deydianne Piaf, Verónica Valenttino, Alicia Pietá, Patrícia Dawson, Karolaynne Carton, Mulher Barbada.

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel. 2076-9700. Sexta (16) e sábado (17) às 21h30 e domingo (18) às 18h30. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).


Mais Lidas