Contato: (11) 3043-4171

Tritono Blues

Conhecida como uma das principais bandas de blues da noite paulistana, o Tritono Blues apresenta o show “Ray Charles On My Mind” um espetáculo totalmente dedicado ao rei do soul

A banda Tritono Blues.

No repertório canções como Hit The Road Jack, Unchain My Heart, Georgia On My Mind, I Can’t Stop Loving You, What’d I Say, By By Love entre outras canções. As apresentações acontecem nos teatros Décio de Almeida Prado e Arthur Azevedo respectivamente. Com André Youssef (piano e voz), Edu Malta (contra-baixo), Bruno Sant’Anna (voz e percussão) e André Carlini (gaita e voz). Da formação até hoje, foram mais de mil e quinhentos shows e três discos gravados, Groovin, Mojito do Bom e Tritono Blues Plays Ray Charles.

Serviço: Teatro Décio de Almeida Prado, R. Cojuba, 45 B, Itaim Bibi, tel. 3079-3438. Sábado (17) às 21h e Teatro: Arthur Azevedo, Av. Paes de Barros, 955, Mooca, tel. 2604-5558. Domingo (15/04) às 19h. Ingressos: R$ 20.

REFLEXÃO

Vocação
Neste dia de sua vida, querido(a) amigo(a), acredito que Deus quer que você saiba....Que as vocações que queríamos seguir, mas não seguimos, permeiam, como sombras, toda a nossa existência. Não deixe passar nem mais um dia sem honrar a vocação que sua alma convida você a seguir. E não finja que você não sabe qual é. É claro que sabe. Você a pode sentir em seu estômago a qualquer momento em que pensa nela; a qualquer momento em que vê outra pessoa fazendo isso. A vida é tão curta. Faça agora o que você anseia fazer em sua vida. Você não precisa “abandonar seu trabalho” para fazer isso. Você também pode abandonar seu trabalho se escolher assim, mas você não tem que... Muitas pessoas seguem uma vocação enquanto mantêm seu “trabalho regular”. Você também pode. Depois, mova-se para a sua vocação e a transforme em seu “trabalho regular”. Mas você precisa energizar sua vocação a partir de hoje. Eu quero dizer, hoje. Amor, Seu Amigo.
Neale Donald Walsch

Revelação

Ayrton Montarroyos

Ayrton Montarroyos revelação do reality “The Voice Brasil”, o jovem cantor promove seu disco homônimo, lançado em 2017. No repertório, canções inéditas de Zeca Baleiro (À Porta do Edifício) e de Zé Manoel, (Tu Não Sabias), além de versões para músicas de nomes como Cartola e Caetano Veloso. A carreira do jovem intérprete, começou cedo, quando foi convidado para gravar a música “Riacho do Navio” (Luiz Gonzaga/Zé Dantas) no álbum triplo “100 Anos de Gonzagão” da gravadora Lua Music. Através da sua gravação nesse disco, Montarroyos teve contato com diversos artistas, mas o contato mais importante, foi com o produtor musical Thiago Marques Luiz, que foi o responsável pela indicação do cantor ao Grammy Latino, quando este gravou em outro projeto do produtor: “100 Anos de Herivelto Martins” (Lua Music, 2013).

Serviço: Sesc São Caetano, R. Piauí, 554, Santa Paula. São Caetano do Sul, tel. 4223-8800. Hoje (9) às 20h. Entrada franca.

Mulheres

Ciranda das Mulheres, Sarau das Pretas e Slam das Minas fazem parte da programação. Atuantes no cenário cultural periférico de São Paulo se reúnem no dia 17 de março para o Sarau das Pretas. O espetáculo acontece por meio da palavra falada, cantada ou declamada, dos tambores e de seus corpos em constante movimento, propondo reflexões sobre ancestralidade, cor, gênero e feminismo. Débora Garcia, Elizandra Souza, Jô Freitas, Taissol Ziggy e Thata Alves irão participar do encontro artístico e literário. O Slam das Minas SP fecha a programação especial, no dia 15 de abril.

Serviço: Casa das Rosas (Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura), Av. Paulista, 37, Paraíso, tel. 3285-6986. Sábado (17/03), às 19h e domingo (15/04), às 14h30. Entrada franca.


Arquitetura paulistana

Palacete Dino Bueno - Rua Guaianases 1238.

Campos Elíseos, exposição inédita de imagens do fotógrafo Juan Esteves reúne um conjunto de 40 fotografias que fazem parte de um projeto de registro da arquitetura paulistana do centro histórico da cidade. Para a empreitada, que já dura dez anos. As fotos da exposição são um recorte das 100 imagens que integram o livro Campos Elíseos - história e imagens. Nele, o fotógrafo registra o patrimônio artístico-arquitetônico dos Campos Elíseos, bairro paulistano onde foram construídos centenas de casarões e palacetes que serviram de residência aos fazendeiros da oligarquia cafeeira, no final do século XIX. No século XX, a região veria surgirem construções de diferentes vertentes da arquitetura modernista e, em seguida, as metamorfoses heterogêneas características do crescimento desordenado da metrópole. Todas as fotografias de Juan Esteves em Campos Elíseos são em preto e branco. Para ele, apertar o botão disparador da câmara e capturar a imagem é só o começo. Depois, o fotógrafo realiza um minucioso tratamento da imagem original e elimina o que chama de “ruídos temporais contemporâneos”. Os “ruídos” a que se refere Esteves são elementos que interferem na visão dos prédios em sua arquitetura original, como fios de luz, modificações nas fachadas, entre outros.

Serviço: Espaço Cultural Porto Seguro, Al. Barão de Piracicaba, 740, tel. 3226-7361. Segundas das 9h às 19h e de terça a domingo das 9h às 21h. Entrada franca. Até 03/06.

Nota

Em seu novo álbum, “Deus É Mulher”, a cantora Elza Soares contou com a participação do grupo, Ilú Obá de Min, formado apenas por mulheres. O bloco afro gravou percussão e vozes em duas músicas do novo disco, “Dentro de Cada Um”, com arranjo percussivo regido pela maestrina Beth Belli, e “Banho”, de autoria da cantora Tulipa Ruiz. O título, que sugere um mundo com maior expressividade feminina, traz uma ideia de sucessão do álbum “A Mulher do Fim do Mundo”, no qual ela denunciava uma forma de pensamento ainda arcaico e propunha o fim de uma era essencialmente machista e preconceituosa. O Ilú Obá de Min reforça a energia feminina do álbum, assim como a presença de Mariá Portugal (bateria, percussão e MPC) e Maria Beraldo (clarinete e clarone) na banda que participa das gravações. O álbum é produzido por Guilherme Kastrup, com coprodução de Romulo Fróes, Marcelo Cabral (baixo e bass synth), Rodrigo Campos (cavaquinho e guitarra) e Kiko Dinucci (guitarra, sintetizador e sampler). “Deus É Mulher”  será lançado pela gravadora Deck em maio.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171