Estreia

Estreia temporario

Com dois romances vigorosos publicados no Brasil, finalmente a premiada escritora francesa Marie NDiaye terá seu teatro revelado ao público brasileiro

Hilda, primeira peça da autora, cuja obra teatral é totalmente inédita por aqui, estreia dia 27 de abril. A montagem do Núcleo Caixa Preta de Teatro aborda o drama da vida privada e suas afetações burguesas no nível da mais franca histeria, fazendo surgir no palco um tagarelar incessante da mais pura neurose, através de Madame Lemarchand, interpretada por Cácia Goulart. Na trama, a mulher rica e ociosa, que delega aos outros a própria vida, decide por puro capricho que quer ter Hilda como empregada. Tanto ela quer e tanto ela pode, que sequer precisa consultar Hilda, bastando que o marido desta “feche negócio” com a patroa, praticamente leiloando a esposa. Ter Hilda passa a ser a principal ocupação da madame, e a apropriação vai se fazendo cada vez mais intrusiva, até ela decidir que nem o marido nem os filhos de Hilda poderão vê-la mais; ela mesma, madame, dará banho em Hilda, vestirá Hilda, cortará os cabelos de Hilda, alugará Hilda aos amigos, emprestará Hilda ao marido… O vampirismo estarrecedor de Lemarchand não dá margem sequer para que a personagem da empregada apareça em cena; embora tendo o nome obsessivamente repetido ao longo da peça, tudo o que soubermos de Hilda será dito pelos outros.

Serviço: Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, 1000, Vergueiro., Sextas e sábados, às 21h e domingos, às 20h. Ingressos: R$ 30 e R# 15 (meia). Até 10/6.

REFLEXÃO

É SOMENTE A MUDANÇA. VOCÊ ESTÁ SEGURO
A mudança está no ar. Estou vendo muitos dos meus amigos fazendo grandes mudanças em suas vidas neste ano. Eu também estou tentando coisas novas. Se estamos nos mudando para uma nova cidade, fazendo uma mudança em nossa carreira, tentando uma nova atividade ou seguindo um sonho, lembre-se de que a mudança é uma coisa boa.
Mudança significa que nós nos libertamos de sentimentos de isolamento, separação, solidão, raiva, medo e dor. Criamos uma vida cheia de paz maravilhosa, onde podemos relaxar e aproveitar a vida como ela vem para nós, onde sabemos que tudo vai dar certo.
Eu gosto de dizer essa afirmação para a mudança: A vida é maravilhosa. Tudo é perfeito em meu mundo e eu sempre me movo para um bem maior. Desta forma, não importa para mim em qual direção a vida me leve, porque eu sei que irá ser maravilhoso.
No momento em que você está disposto a mudar, é notável como o Universo começa a ajudá-lo. Ele lhe traz o que você precisa. Pode ser um livro, um curso on-line, um workshop, um professor ou mesmo um amigo que faz uma observação, que, de repente, tem um significado profundo para você.
Se você está passando por uma fase de transição em sua vida agora, lembre-se de elogiar-se por cada pequeno avanço que você fizer. Se você está disposto a mudar, você pode. Se você estiver disposto a fazer o trabalho envolvido, então você pode mudar sua vida para melhor. Você tem o poder dentro de você.
Vamos afirmar: É somente a mudança. Estou seguro. Tudo está bem.
Com amor
Louise Hay
Regina Drumond

Música Sertaneja

Musica temporario

O cantor Almir Sater subirá ao palco acompanhado por sua viola de dez cordas, mais conhecida como viola caipira, e mostra ao público alguns clássicos de sua carreira como “Tocando em Frente”, “Chalana”, “Moreninha Linda”, entre outros.

Serviço: Citibank Hall São Paulo, Av. das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro, tel. 4003-6464. Sexta (27), às 22h. Ingressos: De R$ 90 a R$ 260.

Ópera

Uma das óperas mais populares do repertório lírico mundial, La Traviata, com música de Giuseppe Verdi e libreto de Francesco Maria Piave, no dia 12 de maio. Ambientada em Paris, no século XIX, a obra, baseada em A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas apresenta a cortesã Violetta Valéry e o nobre Alfredo Germont se apaixonam em uma festa, mas se veem aprisionados aos preconceitos e às tradições de uma sociedade conservadora e são obrigados a tomar decisões que alteram suas vidas de forma irreparável. No papel de Violetta, estão as sopranos Nadine Koutcher e Jaquelina Livieri, e como Alfredo, os tenores Fernando Portari e Georgy Vasiliev.

Serviço: Theatro Municipal de São Paulo, Praça Ramos De Azevedo, s/n – República, tel. 3053-2100. Sábado (12/5), às 20h, domingo (13/5), às 18h. Segunda (14/5), quarta (16/5), quinta (17/5), sexta (18/5), segunda (21/5), e quarta( 23/5), às 20h. Ingressos: De R$ 40 a R$ 150.

Forró

Forro temporario

Elba Ramalho costuma decidir o repertório junto ao público e dificilmente os clássicos De Volta Pro Aconchego, Bate Coração, Asa Branca, Banho de Cheiro, Eu Só Quero Um Xodó, Tenho Sede e Na Base da Chinela ficam de fora. Outra característica do show é ter uma parte reservada para improvisos. Pode parecer algo amador, mas não, a banda que a acompanha é a banda do Mestrinho, o sanfoneiro que a acompanhou durante anos e que conhece seu repertório completo, além de conhecer uma vastidão de músicas dos grandes nomes do ritmo. A banda traz também Vinicinho Guimarães (zabumba), Michael Pipoquinha (baixo), Léo Rodriguez (percussão), Thiago dos Santos (cavaco) e Elton Moraes (triângulo). Elba volta ao palco do Canto após o sucesso do trabalho Cordas, Gonzaga e Afins, que homenageia o rei do baião Luiz Gonzaga. O show é beneficente e destina verba em prol da campanha da Taylla Cristina.

Serviço: Canto da Ema, Av. Brigadeiro Faria Lima, 364, Pinheiros, tel. 3813-4708. Quarta (16), às 20h30. Ingressos: R$ 45 e R$ 55 (no dia).


Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP