Lançamento

lancamento temporario

Cantora com mais de vinte anos de trajetória musical, Mônica San Galo é uma artista completa, ela também é artista plástica e escritora, e se prepara para dar mais um passo em sua carreira

Ela apresenta seu segundo CD, “Comovida”, um trabalho inspirado nas poesias de Lúcia Cortez Mendonça. Com referências no samba que vão de Adoniran Barbosa, passando por Arlindo Cruz, Paulinho da Viola e Gilberto Gil, além, é claro, do seu pai, também músico já falecido. Mônica escolheu o amigo Flávio Venturini para dividir o palco do Bar Brahma em sua grande noite de estreia. “Flávio é meu velho amigo, quero muito bem a ele, gosto demais de sua delicadeza, de sua música que acarinha a gente. Só posso dizer que o que ele quiser fazer, eu assino embaixo. Aqueles olhos verdes merecem só o melhor de mim”, diz ela, que para o dia 22 de maio promete muita alegria no repertório: “Alegria, verdade, identidade, um pouco de brincadeira, outro pouco de jogar o sério, tudo isso entremeado de música, que é a minha praia.”

Serviço: Bar Brahma Centro, Av. São João, 677, República. Terça (22), às 21h. Ingresso: couvert, R$ 59.

REFLEXÃO

MENSAGEM DOS ANJOS canalizada por Ann Albers
Propósito e Valor
Nunca em sua vida você está sem um propósito. Embora exista um grande valor em “buscar o seu propósito””, saiba que o seu verdadeiro propósito aqui na Terra é ver o amor, ser Amor e expressar o amor que surge de você a cada respiração. É realmente muito simples. Nos momentos em que você estiver fazendo isto, você sentirá que a sua vida é alegre, significativa e expansiva.
Embora ter um papel que você ama, realizar ações que parecem “significativas”, ou deixar um legado possam ser expressões de seu propósito mais profundo (ver o amor, ser amor, expressar o amor), eles não são requeridos para viver uma vida que pareça significativa e rica em propósito.
Você pode trabalhar humildemente no jardim durante todo o dia, e ainda encontrar um propósito para estar em paz. Você pode observar as nuvens e sentir que o seu propósito é acolher a tranquilidade. Você pode ajudar uma pessoa, abrindo uma porta e saber que a sua vida teve um significado neste dia. Você pode receber uma pequena crítica e transformá-la em amor e saber que há um grande propósito neste ato para a sua alma.
Não tente se invalidar simplesmente porque você não encontrou uma “atividade” que o faça se sentir importante. Respire… Você tem um propósito nisto, pois agora você é parte do ecossistema no Planeta Terra, alimentando as árvores e recebendo o oxigênio que elas fornecem. Respire novamente… Você acabou de compartilhar a sua energia com toda a criação e está absorvendo as energias de toda a criação. Existe um propósito.
Olhe a sua volta. Encontre uma coisa que seja como o amor para você - uma cor, um objeto, uma pessoa. Feche os seus olhos agora. Sinta o seu coração. Pense em uma coisa que gosta em você. Agora realize a sua próxima ação com grande amor. Vê como isto é simples? Você acabou de ver o amor, foi amor e expressou o amor. Você está vivendo com propósito.
Querido, aos nossos olhos todos vocês são iguais. Da imensidão das montanhas, até à forma de vida unicelular mais inferior, todos vocês são criados do mesmo amor. Cada um de vocês se ajusta perfeitamente à intrincada rede da existência e cada um de vocês tem um propósito.
Deus o abençoe! Nós o amamos muito.
Os Anjos
Regina Drumond

Samba

samba temporario

A cantoraTeresa Cristina apresenta seu novo show, Batuque é um Privilégio. Após mostrar sua delicada interpretação para a obra de Cartola, Teresa Cristina mostra ao público o seu novo projeto, dirigido por Caetano Veloso e que presta uma homenagem a Noel Rosa. No repertório estarão clássicos do “Poeta da Vila” como “Com que Roupa”, “Feitio de Oração” e “Gago Apaixonado”. Teresa sobe ao palco acompanhada pelo violonista Carlinhos Sete Cordas.

Serviço: Sesc Avenida Paulista, Av. Paulista, 119, Bela Vista, tel. 3170-0800. Sexta (11) e sábado (12), às 21h30. Ingressos: R$ 50 e R$ 25 (meia).

Homenagem

Multi-instrumentista, compositor, maestro, arranjador, Roberto Sion é o homenageado da Orquestra Sinfônica Jazz Brasil no concerto do dia 20 de maio. Maestro titular da Orquestra Jovem Tom Jobim, Sion tem 60 anos de palco e um dos currículos mais respeitados da música instrumental brasileira, com 14 álbuns gravados e incontáveis apresentações no exterior, a mais recente em Israel, ao lado de Leila Pinheiro, Nelson Ayres e da Filarmônica de Jerusalém. Muito antes disso, em 1978, Sion, revezando sax e flauta, participou do antológico show que Vinicius de Morais, Tom Jobim, Toquinho e Miucha fizeram em Milão, durante turnê dos brasileiros pela Europa. No concerto do dia 20 em sua homenagem, o maestro assina todos os arranjos do programa e acompanhará a Jazz Sinfônica com seu saxofone. No programa: - Blues da chegada (Roberto Sion), Sabiá (Tom Jobim, Chico Buarque), Bachianas N.4 Prelúdio (Heitor Villa Lobos), Um a Zero (Pixinguinha), entre outros.

Serviço: Auditório Simón Bolívar, Av. Auro Soares de Moura Andrade, (Acesso: Portões 8, 9 e 13), Barra Funda. Domingo (20), às 12h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Alice

Alice temporario

A famosa história da garotinha perdida em um mundo de fantasias e cheio de personagens inusitados ganha nova roupagem.Na montagem, Alice está crescida e entediada em seu quarto, até que resolve ler um livro para se distrair. De repente, a ficção das páginas vira realidade e a velha estante da família deixa escapar fantásticas criaturas que transformam o quarto de Alice em um país das maravilhas. Entre os questionamentos da puberdade e os anseios de envelhecer para ser “dona de seu próprio nariz”, ela passa a viver grandes aventuras ao lado do Chapeleiro Maluco, o Gato Sorridente e a Rainha de Copas. O espetáculo apresenta efeitos especiais que vão desde a criação de uma Alice gigante em cena, até o surgimento de um gato brilhante na mesma proporção; números musicais (interpretados ao vivo) contam ainda com coreografias acrobáticas, além da manipulação de bonecos, como a Lagarta fumante (que, na versão, aparece apenas com uma tosse intensa e problemas de memória) e um papagaio e um urubu, feitos a base de guarda-chuvas. Com, Natália Foschini , Fernando Mariano, Márcio Godoy e Thiago Sak

Serviço: Viradalata Espaço Cultural, R. Apinajés, 1387, Perdizes. Quinta (31), às 16h. Ingresso: R$ 30.


Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP