Contato: (11) 3043-4171

“Por Trás da Cor dos Olhos”

O espetáculo “Por Trás da Cor dos Olhos - Na Imanência do Movente”, da Pulsar Cia. de Dança tem em cena, oito bailarinos, entre os quais um é cadeirante que apresentam um trabalho que inclui movimentos aéreos e possibilitando ao público e aos próprios intérpretes vivenciar a relação com o peso e a suspensão

Foto: Renato Mangollin

Dança-1b te4mproario

Concebido por Maria Teresa Taquechel, Por Trás da Cor dos Olhos traz os intérpretes em resoluções próprias de movimento. São corpos impares, no chão. Eles se deslocam por meio de apoios, pressões e sobreposições, acionando diversos caminhos dentro da estrutura corporal, criando possibilidades de jogos, desenhos, encontros e desencontros. Reações, inibições e afecções são geradas no movente ações na busca pela imanência. Inusitados caminhos dentro da estrutura corporal são acionados, gerando movimentos, desenhos, relações e estados perceptivos no meio em que estão inseridos. Assim, revela-se a imanência do movente na composição entre movimento, música, luz, figurino e cenografia.

Serviço: Sesc Belenzinho, R. Padre Adelino, 1000, tel. 2076-9700. Sábado (20) às 19h30 e domingo (21) às 17h30. Entrada franca.

REFLEXÃO

SABEDORIA DOS ANJOS
canalizada por Sharon Taphorn.
Desacelere e conte as suas bênçãos.
Delicie-se com o mundo ao seu redor e tenha prazer nas coisas simples.
Ao fazer isso, abre-se uma atitude abundante que ajuda a moldar sua realidade de uma nova maneira. Confie que tudo está bem e aborde a vida com um sentimento de alegria, de paz e gratidão. Você pode ter sido informado de que a vida é difícil ou que a preocupação é parte da solução de seus problemas. Seja qual for a programação passada, dê uma olhada e veja se é hora de escolher uma nova realidade. Conte suas bênçãos e sinta gratidão por tudo o que você já tem. Mais bênçãos fluirão para você e o encherão de alegria e deleite. Pensamento para hoje: Comece hoje a desacelerar e a ter prazer deliberado no seu dia. Dance, brinque, ame e cante em seu caminho pela vida. Confie que o Universo lhe dará muitas razões para ser feliz e grato e assim será. E assim é. Você é muito amado e apoiado, sempre. Os Anjos e Guias.
http://www. playingwiththeuniverse.com/
Tradução: Regina Drumond –
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Solo

Foto: Michel Igielka

Solo te4mproario

Com atuação de Caio Franzolin e direção de Rafaela Carneiro, A Próxima Companhia faz curta temporada com o solo Enquanto Chão. A trama propõe um diálogo a partir do encontro com as comunidades de Canela (TO) e Patrimônio (MG), por meio de seus habitantes e festejos populares, além de uma reflexão sobre o apagamento cultural presentes nesses lugares. O espetáculo se configura como um espaço aberto, onde o público é recebido e convidado a construir este ambiente com bandeirinhas, flores e detalhes. Em roda, se estabelece o encontro e a troca de histórias que são contadas ora pelo narrador, ora pelas dez personagens que se apresentam no decorrer desse encontro. A narrativa segue a mesma linha de uma memória, trazendo fatos de maneira não linear e a encenação alia como expedientes teatrais a mímesis corpórea (técnica criada pelo LUME Teatro) e conceitos do Teatro-Documentário.

Serviço: Sesc do Carmo, R. do Carmo, 147, Centro, tel. 3111-7000. De segunda (22) a quarta (24) às 19h. Ingressos: R$ 17 e R$ 8,50 (meia).

NOTA

“Kaça”, o primeiro single de “Ambulante”, novo álbum da cantora Karol Conka, acaba de ser lançado, e chega com muita consistência e autenticidade. A música, produzida por Boss in Drama, tem uma batida marcante que se encaixa na lírica potente de Karol. O clipe conta uma história de superação e traz Karol Conla no papel de uma figura mística que aparece pra quem está num momento de desespero. Dirigido por Jorge Brivilati, o filme narra a frustração de uma pessoa (interpretada pela dançarina Natasha Virgílio) que convive num ambiente agressivo e é cobrada por não se encaixar no gosto alheio. Num momento de ruptura, ela incorpora o espirito da figura mística e encontra forças pra superar o momento. Através da dança, é possível notar a libertação de um grito preso. “Kaça” já está disponível nas plataformas digitais. O álbum “Ambulante” será lançado pela Sony Music em novembro. Para ouvir (https://smb.lnk.to/KarolConkaKACA).


Infantil

A Seresta de Sexta dos Trovadores Urbanos receberá a presença encantadora dos Trovadores Mirins, em homenagem ao mês das Crianças. Toda a programação da Seresta de Sexta de outubro é voltada ao público infantil, constante frequentador desse evento semanal na Casa dos Trovadores, no bairro de Perdizes. Nada mais justo uma apresentação dessas crianças artistas, em sua maioria filhos de integrantes do projeto Trovadores Urbanos, sob a regência da maestrina Lucila Novaes, também professora de música e canto do Instituto Trovadores Urbanos. A Seresta de Sexta dedicada às crianças tem muita brincadeira, doces e pedidos especiais de músicas feitos pelos pequenos, além de um repertório de clássicos de músicas infantis. Os Trovadores Mirins se apresentarão em meio a essa alegria toda e certamente emocionarão o público presente. No repertório desses artistas mirins, canções que falam de amor, afeto e do futuro.

Serviço: Casa dos Trovadores Urbanos, R. Aimberê, 651, Perdizes. Sexta (19) a partir das 19h. Entrada franca.

Reestreia

O universo de alegrias, dúvidas, angústias, medos, acertos e erros de seis jovens amigos são retratados em Somos Tão Jovens, espetáculo de Vinícius de Oliveira com direção de Ricardo Grasson que volta para sua segunda temporada com nova produção no dia 6 de outubro. Questões sobre preconceitos, sonhos, uso de drogas, relacionamentos e sexualidade, são trazidos à cena em situações que se desdobram em gravidez indesejada, a primeira vez, sonhos frustrados e homossexualidade, entre outros assuntos sempre presentes na passagem para a idade adulta. A banda conduz o desdobramento da encenação impulsionando o trabalho dos atores, embalados por canções ligadas a juventude durante as décadas de 1980 a 2000. Com Danillo Branco, Júlio Oliveira, Gabriel Moura, Bruno Damásio, Fernando Burack e Luis Fernando Delalibera. Músicos: Kelly Martins, Léo Rosso e Rozera Nunes.

Serviço: Teatro Augusta, R. Augusta, 943, Consolação, tel. 3231-2042. Sábados, às 19h e aos domingos às 18h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 04/11.

 
 

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171