ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Grupo DL aposta em segmento de games com foco no canal

@O Grupo DL, que se consolidou no Brasil por meio da fabricação de tablets, celulares, smartphones e acessórios, se reinventa mais uma vez e aposta no nicho de games. Com a proposta de atender de maneira completa o canal varejista, a empresa do interior de Minas Gerais apresenta a marca DL Games, que terá como foco a fabricação de PC Gamers especialmente desenvolvidos para cada jogos. As máquinas DL Games serão apresentadas na 13ª Eletrolar Show, a maior feira B2B de tecnologia da América Latina. Em pesquisa divulgada pela empresa Newzoo, uma das principais condutoras de estudos sobre a indústria dos games no mundo, mostra que, em 2016, o mercado global faturou cerca de U$ 100 bilhões, um crescimento de 8,5%, se comparado a 2015. A expectativa é que, em 2019, chegue a U$ 118,6 bilhões. Ao tratar do mercado nacional, segundo a consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC), o Brasil segue o ritmo mundial. De acordo com dados da 18ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia 2017-2021 da PwC, o consumo de games em 2016 girou em torno de US$ 644 milhões. Em 2021, a expectativa é que alcance US$ 1,4 bilhão, acréscimo médio de 17% ao ano (http://eletrolarshow.com.br/).

Organização de eSports

@A HAVAN – uma das maiores empresas varejistas do Brasil – anuncia a criação de sua organização de eSports. Com um Gaming Office em construção na cidade de Brusque, em Santa Catarina - que será inaugurado em Agosto, a empresa investirá inicialmente na modalidade League of Legends. O investimento da HAVAN no mercado brasileiro de eSports chega para fortalecer ainda mais esse segmento que apresenta crescimento fora da curva no Brasil e no mundo. “É evidente o crescimento do mercado e da comunidade de eSports no Brasil, mas ao mesmo tempo notamos uma grande demanda por investimentos substanciais no setor. Decidimos investir em eSports para atender essa demanda e alcançar ótimos resultados a longo prazo”, afirmou Matheus Hang, sócio-fundador e um dos idealizadores do projeto. Os jogadores irão treinar no Gaming Office, mas irão morar em suas próprias casas. “A nossa opção por utilizar o Gaming Office foi baseada em um dos nossos principais propósitos, que é profissionalizar o cenário de eSports no Brasil”, contou Samuel Walendowsky, responsável pelo investimento da companhia no mercado de eSports. “Com isso os jogadores terão um espaço exclusivamente dedicado para o dia-a-dia de uma equipe, além de ajudar na separação da vida profissional e pessoal do atleta, exigida em uma relação profissional de trabalho”, completou.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171