A Inteligência Artificial como aliada do Profissional Contábil

Antonio Eugenio Cecchinato (*)

Segundo pesquisa da McKinsey, 15,7 milhões de trabalhadores serão afetados pela automação no Brasil, até 2030.

O ano de 2018 mal começou e promete inúmeras mudanças e inovações em todas as áreas, principalmente para as empresas que respiram ares de recuperação dos seus negócios, caso os ajustes necessários na política e na economia sejam feitos, em especial no tocante às reformas da Previdência e Tributária. Contudo, se temos alguma certeza é que este ano será impactado pelo desenvolvimento de projetos na área tecnológica – a chamada Inteligência Artificial, que vem revolucionando vários segmentos e também alterando o modo de fazer Contabilidade.

Neste momento, milhares de projetos estão sendo criados, com o anseio de construir máquinas capazes de reproduzir a capacidade humana de pensar e agir. O tema assumiu tais dimensões que segundo pesquisa da McKinsey, 15,7 milhões de trabalhadores serão afetados pela automação no Brasil, até 2030. E neste cenário, como se posiciona a Contabilidade?

Estou certo de que a Inteligência Artificial vai mudar a maneira de se fazer Contabilidade no Brasil e no mundo, e é importante se atentar para esse fator, uma vez que, graças à implantação das Financial Reporting Standard – IFRS [Normas Internacionais de Contabilidade], a padronização contábil é comum em mais de 120 países. Nesta nova ordem, a rotina do Profissional Contábil deve mudar e muito nos próximos anos, pois, a tecnologia assumirá totalmente a execução de tarefas práticas e burocráticas, por meio de máquinas e sistemas de automação, deixando o profissional livre para se dedicar à análise dos números e resultados, à criação de relatórios contábeis financeiros capazes de realmente agregar valor ao cliente, deixando para as máquinas a compilação dos dados.

É importante considerar também que apesar dos equipamentos eletrônicos dominarem o mundo, e com eficácia admirável, as pessoas ainda preferem a interação humana no momento de resolver problemas, obter informações e decidir questões importantes para o crescimento do negócio – aí abrem-se grandes oportunidades para a Contabilidade Gerencial. Tudo é uma questão de se reinventar diante das mudanças propostas por essa nova geração de sistemas, não temos como fugir.

O único caminho é assumir o papel de criador e gerenciador de informações personalizadas, relevantes e de consultoria, que orientam os empresários em sua tomada de decisões, porque estes são os serviços contábeis que mais fidelizam clientes. Mesmo porque, hoje estão à disposição no mercado vários sistemas que administram o processamento de dados por meio de softwares inteligentes, a exemplo da ferramenta Watson desenvolvida pela IBM, que foi amplamente mencionada durante a 6ª Semana Paulista da Contabilidade, realizada pelo Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP, em setembro do ano passado.

Interessante observar que esse novo sistema se propõe, além de programar dados, também a aprender – a ser ensinado. Ou seja, ele não se limita a repetir padrões, mas sim, a evoluir de acordo com as informações que lhe são passadas. É uma inteligência cognitiva que promete ajudar os profissionais em pesquisas e no desenvolvimento do seu trabalho de forma rápida, prática e eficiente. Além de muitos outros recursos disponíveis no mercado.

Considerando a velocidade das mudanças tributárias no País, sendo que apenas na área Contábil cerca de 30 atos legais e normativos são alterados diariamente, o que pode implicar em eventuais erros por parte dos profissionais, que não estiverem absolutamente atentos a estes movimento; as novas tecnologias surgem como verdadeiras parceiras dos profissionais contábeis, contribuindo com a sua rotina no sentido de evitar recolhimentos indevidos e risco de penalidades, permitindo redução de custos e ganho de tempo para se focar na verdadeira Contabilidade exigida pelos novos tempos.

Contudo, ainda não dá para mensurar se a Inteligência Artificial representa uma ameaça para os Profissionais da Contabilidade no futuro ou se se configurará sem sua grande aliada. Fato é que a evolução tecnológica é um caminho sem volta. O que nos resta é esperar que a Inteligência Artificial revolucione a vida de muitos profissionais para melhor, proporcionando a execução de seu trabalho com mais agilidade, maior produção, redução de custo e também geração de empregos e oportunidades de negócios.

O importante é ter sempre em mente que estes novos tempos exigem uma nova Contabilidade.

(*) - É presidente do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP