O que é não ter e ter que ter pra dar

Empresas relevantes reconhecem e engrandecem seus colaboradores, gente que valoriza gente

dj temporarioDilson Julio da Silva
É Consultor em Desenvolvimento Humano, com habilidade de integração das pessoas no contexto profissional. Coordenador de projetos educacionais. Palestrante Motivacional, Prof. Filosofia e vendedor de sonhos.

Pois bem, esse é um dos principais aspectos da vida de uma empresa, ter um olhar capaz de valorizar cada pessoa, em cada função. Para isso é preciso compreender quais são os anseios da sociedade, quais são os ruídos do chão da fábrica. A sociedade precisa melhorar seus gestos, seus hábitos, suas atitudes, ou seja, a sociedade precisa se reinventar, e aí a empresa tem um papel fundamental, transformar de forma constante o mercado e contribuir para uma sociedade melhor. É hora de fazermos com que nossas empresas tenham uma repercussão grande na sociedade, as organizações precisam cada vez mais aprender a serem mais humanas, e essa humanidade vivida nas empresas coloca o ser humano no centro, entendendo seus limites, valorizando seus potenciais e trazendo cada vez mais ferramentas que possam promover a pessoa. Sim! gente que valoriza gente.
Nessa proposta vamos perceber que as empresas se fortalecem, assumem responsabilidades não apenas com seus colaboradores, mas com toda a sociedade, pois ao desenvolver, reconhecer e valorizar seus colaboradores, ela também traz uma grande repercussão na transformação da sociedade. Diagnosticar as reais necessidades de desenvolvimento dos colaboradores; planejar ações segundo as necessidades de cada pessoa; contratar profissionais que sejam adequados para a função e motivados e por fim, conseguir mensurar o resultado dessa ação educacional para o negócio.
Essas atitudes corporativas trazem incontestavelmente um novo significado de propósitos da empresa e dos profissionais, e consequentemente, das famílias, e de todas as pessoas que vão sendo contagiadas por essa onda do bem. Essa política introduzida por algumas empresas incentivando e respeitando cada pessoa, estimulando de forma terna o alcance de resultados, valorizando as características pessoais, estrutura psicológica e crenças, etc, pode criar uma evolução muito importante nas relações interpessoais dentro das empresas, o que consequentemente resultará num ganho em todos os aspectos para essa corporação. Portanto, investir em treinamento e nas pessoas que fazem a gestão de pessoas na empresa tornou-se estratégico, lembrem-se da canção de Djavan: “Só eu sei, as esquinas por que passei, Só eu sei, só eu sei, Sabe lá, o que é não ter e ter que ter pra dar”. O gestor de pessoas que não tem para dar, dificilmente conseguirá formar boas equipes e consequentemente não conseguirá aumentar o nível de educação, de produção, de qualidade, enfim, não conseguirá caminhar junto aos desafios do desenvolvimento e não entenderá as reais demandas do país.

Colabore com nossa coluna: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo."

Para anunciar nesta coluna ligue (11) 3106-4171 e fale com Lilian Mancuso

Mais Lidas