Conhecer para liderar

O quanto você conhece, verdadeiramente, sua equipe? Sabe aproveitar os potenciais de todos? Os profissionais estão atingindo as metas traçadas?

Saber aproveitar o potencial de sua equipe e fazer com que as performances individuais e grupais aumentem constantemente, é sempre um grande desafio para os gestores.

Para tanto, existem infinitos cursos, oficinas, palestras e treinamentos disponíveis no mercado, com a finalidade de transformar “chefes” em “líderes” e, consequentemente, inspirarem suas equipes a conquistar as metas das organizações.

Basicamente, o propósito central do que é ensinado é – extrair o melhor de cada indivíduo, suas potencialidades, para que o desempenho seja alto e próximo ou superior ao esperado. As consequências para as empresas são: aumento da produtividade e competitividade e para os colaboradores são: recompensa financeira, melhores benefícios, promoções e reconhecimentos.

O passo anterior à extração do melhor em cada funcionário é a observação. Você, como gestor, já observou atentamente sua equipe e sabe quais são as competências que cada um tem?

Quando o desafio requer trabalho em grupo, consegue delegar as tarefas de acordo com o potencial de cada um?

jessica betting

Jéssica Bettin da Cunha (*)
Coach e Consultora de RH, psicóloga, pós-graduada em RH e formada em Coaching Integrativo. É diretora da JBC Consultoria e colaboradora do Jardim do Ser.

Conhecer os colaboradores que possui é como um jogo de xadrez. Deve-se mexer as peças de acordo com suas características e poderes. Outra metáfora conhecida é a do maestro que, provavelmente, não pedirá ao violinista que faça um solo de acordeom. A não ser que o músico toque muito bem ambos os instrumentos.

Além do conhecimento e observação, o gestor que consegue captar o potencial de seus profissionais utiliza outra ferramenta bem simples, mas com um poder de ação enorme: o reconhecimento.

Diferente do elogio, que é pontual e pode gerar dependência por parte das equipes, como: “Sua planilha está excelente”, o reconhecimento observa e evidencia uma competência.
Exemplos: “Reconheço que sua análise lógica é aguçada e suas planilhas nos proporcionam bons dados para tomada de decisões importantes”; “Suas habilidades de negociação e persuasão, fez com que mantivéssemos o cliente mais importante para a empresa” e assim por diante.
O reconhecimento empodera as pessoas. As faz tomar posse de suas competências e utilizá-las com mais frequência e maestria.

E você, caro gestor, o quanto observa e reconhece seus colaboradores?


banner jbc assinatura

Para anunciar nesta coluna ligue (11) 3106-4171 e fale com Lilian Mancuso

Coordenação: Lilian Mancuso e Rebeca Toyama

Mais Lidas