Contato: (11) 3043-4171

Palestras online sobre Marketing Digital garantem boas dicas

0000011 temporario

Existem previsões ruins para a economia brasileira no ano de 2015. O cenário pessimista assusta os pequenos e médios empreendedores, e faz surgir a dúvida: como fazer com que seu comércio continue a prosperar? Dicas de especialistas sempre são bem-vindas nessas horas, mas não basta apenas receber conselhos; é necessário saber aplicá-los.

Um evento repleto de especialistas prontos para ajudar você a manter o controle do seu negócio surge para acalmar os ânimos de quem está preocupado com previsões ruins. A Semana do Marketing Inteligente é um evento inteiramente online e gratuito que fará com que seu negócio prospere de maneira prática.

Um dos 50 especialistas que palestrarão nesse evento é Carlos Magno, diretor de comunicação da Smart Fusion, empresa de marketing e treinamentos. Magno já trabalhou em empresas como Microsoft, Petrobras, Tim Brasil e Banco Itaú. Em sua palestra, ele apresentará uma maneira de se comunicar agregada à técnica de vendas Upsell, que tem o poder de dobrar o número de vendas da sua empresa.

Outro palestrante deste evento será Érico Rocha. Ele é fundador do coletivo Ignição Digital, empresa que acredita que o empreendedorismo é a salvação da humanidade. Essa empresa acredita que, ao ensinar técnicas inovadoras e altamente eficazes de Marketing Digital, está incentivando o empreendedorismo no Brasil, o que ocasiona o desenvolvimento do país. Sua atuação é na divulgação de técnicas de Marketing Digital, que ocasionam uma alta performance dos negócios online no Brasil.

Conrado Adolpho possui como missão de vida a construção de um mundo melhor por meio da internet. Mais um dos especialistas que palestrarão no evento, Adolpho é formado em marketing com ênfase em economia. Ele é autor, consultor, palestrante e empresário, além de estudar filosofia e ser um ativista social. O palestrante é o idealizador da metodologia "8 Ps do Marketing Digital", que é, hoje, utilizada em diversas agências, faculdades e empresas brasileiras ( www.marketinginteligente.com.br).

Panasonic lança no Brasil câmera 4K compacta

imagem release 386865 temproario

A Panasonic prepara uma novidade a ser lançada em um dos mais completos eventos de produção audiovisual do Brasil, o Merlin Road Show, a ser realizado no dia 17 de março, no Pestana Natal Beach Resort, em Natal/RN, com entrada gratuita. A câmera compacta HC-X1000, com resolução 4K Ultra High Definition, é ideal para filmagem de documentários e eventos de alta qualidade e chega ao mercado neste mês com foco especialmente nas produtoras de médio e pequeno porte.

Flexível no que se refere aos formatos de gravação, a câmera permite ao usuário gravar com frame rate de 24p, 30p ou 60p e gravar no formato Full HD em múltiplos codecs, o que facilita a importação nos softwares de edição. Conta com três anéis manuais e dois canais de áudio com terminais de entrada XLR, que garantem a entrada de microfones profissionais. As entradas para cartões SD Dual trazem mais segurança às gravações, já que possibilitam que dois cartões sejam inseridos no mesmo equipamento.

Outras características são a lente LEICA Dicomar, considerada de alto rendimento por possibilitar a produção de imagens nítidas e um novo sensor BSI, que oferece maior velocidade de leitura e controle de grandes volumes de informação a 60fps/50fps (frames por segundo). Já a tecnologia Crystal Engine Pro 4K processa o elevado volume de dados filmando com rapidez e precisão, mesmo com imagens em movimento e com pouca luz.

"Nossa intenção é oferecer às produtoras de pequeno e médio porte a oportunidade de experimentar os benefícios da tecnologia 4K e aumentar as vendas da Panasonic em 2015 em até 10% nesse segmento", afirma Sergio Constantino, gerente da área de Broadcast da Panasonic do Brasil (http://merlinroadshow.com.br/#evento).

Game mobile "Nas ondas do surf"

unnamed 1 temproario

Após o Brasil ter o seu primeiro campeão mundial de surf, o esporte está mais do que nunca em evidência. Para levar às crianças a partir de 9 anos diversão e aprendizado, o game “Nas Ondas do Surf” acaba de ser lançado. Desenvolvido pela Yupi Play, rede de jogos e aplicativos para smartphones e tablets, especializada em jogos infantis, em parceria com a marca brasileira FICO e TV Pinguim - desenvolvedora dos personagens para desenho animado Fico e sua turma - o jogo permite entreter e estimular o aprendizado das crianças trabalhando as habilidades lógico-matemáticas, noções espaciais, coordenação motora, além de proporcionar a interação com diversos elementos da natureza e noções do esporte Surf.

O App já está disponível para dispositivos com sistema Android no Google Play Store por apenas R$ 2,50 e, em breve, será lançado também para plataforma iOS. https://play.google.com/store/apps/details?id=com.YupiPlay.NODS&hl=pt-br

Aceleração profissional: como fazer?

Mais recentemente, os criadores do Google, Sergey Brin e Larry Page, não obtiveram apoio do Yahoo no início da carreira, pois acreditavam que a ideia do site de busca não era muito interessante. Todos esses casos mostram que talentos podem ser desenvolvidos a partir de oportunidades. É preciso saber reconhecê-los e, no âmbito corporativo, oferecer suporte e ferramenta que os impulsione a se desenvolverem para assumir novos desafios

aceleradorave temporario

João Roncati (*)

Independente do cargo assumido na empresa, cada pessoa leva um tempo para se adaptar às suas funções e começar a ser despertado para novos desafios. Isso porque nosso sistema cognitivo demanda certo tempo para se acostumar com o ambiente e às novas relações estabelecidas no local. Devemos considerar também que cada pessoa tem uma bagagem de vida e experiências pessoais que contribuem, positivamente ou não, para a aceitação de novos cenários.

É claro que existem pessoas com o dom de propor soluções e lidar com transformações com maior facilidade, mas nem todas são assim, e por isso, as organizações precisam saber prepará-las corretamente.

Com o desenvolvimento rápido dos mercados, estamos promovendo profissionais jovens para posições chave e para cargos de liderança. Estão preparados? Muitas vezes não. Então a questão é: seria possível gerenciar e estimular o processo de aceleração destes profissionais? Reduzir o tempo de preparação e deixa-los mais “aptos” aos seus desafios? Nós acreditamos que sim.

Primeiro, é preciso salientar que a empresa necessita compreender que “promover” não é por si só suficiente. O encantamento por ter “subido” na carreira rapidamente se dilui diante da frustração e sentimento de “incapacidade” que este líder sentirá por não conseguir entregar o que é esperado. É um processo de mudança!

Com o novo desafio, em muitos casos, surgirá a necessidade de desenvolvimento e qualificação. Existem inúmeras formas de fazê-lo: a vivência, o “learning on de job” é uma das mais poderosas. Mas, como já dito, o tempo disponível para o aprendizado e a necessidade de resultados que a empresa possui, podem ser incompatíveis.

A aceleração é uma resposta poderosa para estes casos. E temos consciência que passar um cronograma de tarefas e explicar os procedimentos em um dia poderá, em muitos casos, ser absolutamente insuficiente.

Como é feita a aceleração?
Como seu nome sugere, o profissional fará parte de um programa, em que será exposto a situações que no dia-a-dia que demoraria a vivenciar no curso natural da vida e, estaria sujeito no mínimo à velocidade da rotina e a aleatoriedade dos acontecimentos.

Expor de forma gerenciada e planejada, testar e simular, dar suporte, acompanhar de perto de forma orientada e focada e corrigir, poderá ser valioso: reduz o tempo, o investimento e amplia a chance de bons resultados. Estamos falando de mais eficiência operacional e específica.

Os programas de aceleração podem ser de caráter eminentemente técnico ou de liderança. Para cada situação, a estrutura deverá ser específica e focada, pois de outra forma, os resultados não virão no curto prazo.

Quando a aceleração for eminentemente técnica, a participação de profissionais de referência da própria empresa ajudará enormemente a reduzir a distância entre o conhecimento organizado e tácito e a prática, sempre somado a temas de caráter comportamental e “de base” como inter-relacionamento pessoal, comunicação e expressão (relatórios, apresentações, etc) e várias outras.

Nos casos de aceleração de jovens líderes, os temas abordados deverão estar todos focados nos desafios de coordenação de equipes e, da “conformação” do seu papel frente aos seus pares e superiores. Neste caso, profissionais experientes da própria empresa terão um papel complementar ao programa de aceleração, desempenhando funções de mentoring e coaching.

Para empresas com grandes desafios o tempo não é absoluto. Será sempre relativo (hora mais curto, hora mais longo) às suas necessidades e aos seus desafios nos mercados cada vez mais competitivos. Não é hora de esperar. É necessário acelerar.
Não há porquê não fazê-lo de forma administrada e coordenada despertando o potencial de profissionais que estão aí, ao seu lado.

(*) É diretor da People+Strategy – consultoria brasileira reconhecida e respeitada por seu trabalho estratégico com a alta liderança de grandes companhias

F-Secure entrega código fonte do Lokki, seu serviço de localização, à comunidade open source

A F-Secure entregou para a comunidade open source o código fonte de seu serviço de localização, o F-Secure Lokki. A doação possibilita a qualquer pessoa o livre uso do software em seus possíveis novos serviços e apps de localização. Ela também cria uma oportunidade para a formação de uma comunidade open source em torno de compartilhamento de localizações com vistas à segurança e privacidade.

Em 2013, a F-Secure lançou o app Lokki, de compartilhamento de localização para famílias e outros grupos interessados em privacidade. No fim de 2014, para aumentar seu foco em outros serviços estrategicamente mais afeitos à sua agenda de segurança e privacidade, a F-Secure decidiu tirar de linha o Lokki como serviço independente. Por intermédio da iniciativa open source, a tecnologia Lokki continuará a existir e, possivelmente, será base de inovações em serviços de localização por estudantes, startups e desenvolvedores de serviços móveis, além de oferecer uma plataforma de pesquisa para parceiros acadêmicos.

O projeto de fonte aberta Lokki já está sendo utilizado pela Open Academy com alunos de ciência da computação da Fábrica de Software da Universidade de Helsinki, do Departamento de Ciência da Computação da Stanford University, do Massachusetts Institute of Technology e da University of Illinois at Urbana-Champaign. O grupo de alunos se reuniu na semana passada para um Code Sprint na sede do Facebook (f-secure.com).

IGN abre processo seletivo para encontrar a apresentadora do Daily Fix Brasil

O IGN.com (http://br.ign.com), considerado o maior portal de games do mundo e editado no Brasil pelo Webedia Group, - publisher digital francês conhecido por editar sites como o AdoroCinema (www.adorocinema.com.br), Purepeople (www.purepeople.com.br) e PureBreak (www.purebreak.com.br) - não para de apresentar novidades. A redação comandada por Pablo Miyazawa, antigo editor chefe da revista Rolling Stone, acaba de abrir o processo seletivo para escolher a apresentadora do Daily Fix Brasil, principal programa diário do IGN. Sua estreia está prevista para o início de abril e seguirá a tradição da rede de ser apresentado por uma mulher.

Para participar do processo, a interessada deverá ser do sexo feminino, ter mais de 18 anos e residir no Brasil. Também precisará gravar um vídeo de, no máximo, dois minutos de duração, em plano americano, no qual irá apresentar-se e falar a respeito do seu jogo preferido. Em seguida, a candidata tem que enviar o material para o e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. com assunto: “Casting Daily Fix Brasil”, acompanhado do currículo e dados pessoais, como: nome completo, data de nascimento, endereço e telefone de contato. O prazo de inscrição será até o dia 16 de março de 2015, às 23h59. Miyazawa conta que a candidata não necessariamente precisa falar inglês, mas que é um item diferencial na escolha.

Omni Channel: não dá para não ser

As novas tecnologias estão trazendo a modernidade para todas as áreas da vida e muitos dizem que estão distanciando as pessoas

Carlos Carlucci (*)

Mas o atendimento ao cliente ainda deve ser tão próximo quanto o do vendedor da mercearia do bairro, que conhece o freguês pelo nome e sabe todos os seus hábitos de consumo. As marcas que entenderem isso ganham em fidelização e engajamento. Como isso é possível? Omni channel.

O desafio dos varejistas não é apenas atrair o consumidor para o seu ponto de venda, mas garantir que ele entre no site e que curta a página no Facebook. Em muitos casos, estes multicanais competem entre si oferecendo as mesmas mercadorias por preços diferentes, por exemplo. Para obter os melhores resultados, é preciso que haja integração entre todas as plataformas, oferecendo a melhor experiência ao consumidor onde ele decidir comprar.

Não dá mais para agir pensando na massa, oferecendo o que se quer vender para o cliente. Destaca-se quem entende qual é o perfil do consumidor e oferece o produto que atende as necessidades dele, tornando a compra mais prazerosa e estimulante. É sabido que hoje a maioria das pessoas pesquisa na internet antes de efetuar a compra na loja ou vê na loja e finaliza pela internet. O consumidor está integrado com off-line e on-line, é cross canal. Por que as empresas não deveriam estar? Isso é diferencial competitivo.

Se o cliente se cadastrou no site, ao se identificar na loja o vendedor já deve ter os dados e preferências em mãos. Saber quais os produtos pelos quais se interessou com base no caminho que percorreu no site e em likes no Facebook. E se ao se chegar a um ponto de venda ganhasse um passaporte para um jogo on-line e pudesse compartilhar em suas redes sociais? Que tal comprar pela internet e poder retirar na loja?

O mesmo deve acontecer nos contact centers. O atendente precisa saber o que está acontecendo nas lojas, assim como ter todos os dados possíveis em mãos para auxiliar o cliente na resolução de seus problemas e também poder vender. O histórico precisa estar ao alcance de todos.

Não dá para atualizar o cadastro por telefone e ao chegar à loja perceber que está desatualizado. Todas as informações devem estar integradas.E se a ligação cair, por que não ligar de volta e prosseguir com o atendimento? Se a iniciativa de retornar for do consumidor, deve-se continuar de onde parou e não fazer todas as perguntas novamente. O foco da empresa deve ser o cliente.Tudo isso é possível com a padronização de todos os sistemas em uma plataforma unificada e integrada. Somente com o apoio da tecnologia consegue-se oferecer uma experiência de compra assistida e sugestões personalizadas ao perfil de cada um.

Esta integração também é fundamental no pós-venda. Sabendo que o cliente acessou o site ou visitou a loja, fica claro o interesse. Caso a compra não seja efetuada naquele momento, por que não ligar para o cliente dias depois e saber se ele já adquiriu o produto? Entender o motivo que o levou a procurar na concorrência. E se a compra foi efetuada e tempos depois chega um lançamento indicado para este perfil, por que não avisá-lo?

Ter estes dados disponíveis e realizar a gestão destas informações, com apoio de business intelligence e dashboards, é imprescindível. Tudo isso possibilita pensar em ações de marketing de baixo investimento e também entender o que o consumidor realmente deseja.

Apesar da mudança no perfil das pessoas e no uso crescente da internet e das redes sociais para a efetuação de compras, certamente, as lojas físicas não vão acabar. As novas tecnologias não vêm para substituir e sim para agregar e integrar. Afinal, não é novidade que só cresce quem entende e consegue se adaptar as mudanças.

(*) É country manager da Vocalcom Brasil – empresa especializada em soluções para contact center.

Outras Matérias sobre Tecnologia

 

Mais Lidas

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171